Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 23 de julho de 2010

MANTENEDOR DE ESPAÇO.

(mantenedor banda alça)


Quando uma criança perde ou extrai dentes de leite (dentição primária ou decídua) precocemente devido a cárie, é possível que ela precise usar mantenedores de espaço. Por isso, é importante conhecer os benefícios que esse tipo de aparelho proporciona e como ele pode ajudar a manter a saúde bucal de seus filhos.

O mantenedor de espaço é um aparelho feito sob medida em acrílico ou metal pelo dentista ou ortodontista. O mantenedor de espaço pode ser removível ou cimentado na boca da criança. Sua finalidade é manter o espaço para a erupção do dente permanente no lugar certo. Os dentes de leite são importantes para o desenvolvimento da dentição e da musculatura e ossos bucais, e ajudam a posicionar corretamente os dentes permanentes. Quando a criança perde um dente de leite e o espaço não é mantido, pode haver necessidade de tratamento ortodôntico. Nem toda criança que perde um dente de leite precisa de um mantenedor de espaço. Contudo, é sempre importante consultar o dentista/ortodontista para saber se o uso do mantenedor de espaço é necessário ou não.

Tipos de mantenedores de espaço

Existem dois tipos de mantenedores de espaço para crianças: os removíveis e os fixos.

Removíveis: são semelhantes aos aparelhos ortodônticos e geralmente feitos em acrílico. Em alguns casos, pode-se usar um dente artificial para manter o espaço aberto para o dente permanente que vai nascer.

Fixos: dividem-se em quatro grupos diferentes: banda e alça (unilateral), coroa e alça, guia de erupção distal (distal shoe) e lingual (arco de Nance).

Os mantenedores de espaço do tipo banda e alça (unilateral) e coroa e alça(crown and loop) são colocados em um lado da boca para manter o espaço para um dente. O aparelho do tipo banda e alça é preso em volta do dente vizinho e possui uma alça que mantém o espaço aberto para o dente sucessor. O aparelho do tipo coroa e alça é, na verdade, uma coroa que cobre o dente vizinho e que possui uma alça que mantém o espaço aberto para o dente que vai nascer.

O guia de erupção distal (distal shoe) é geralmente usado para manter o espaço do primeiro molar permanente. Trata-se de um mantenedor de espaço mais complicado, porque a extremidade do metal é normalmente inserida na linha da gengiva para evitar que o espaço se feche. O dentista precisa monitorar a erupção do molar permanente para garantir que ele se desenvolva de maneira apropriada com este mantenedor de espaço.

O mantenedor de espaço lingual (arco de Nance) é geralmente bilateral e pode ser cimentado nos molares e conectado com um arco na parte posterior dos dentes frontais inferiores. É usado, em geral, quando há falta de mais de um dente.

Por vezes, a falta de dentes nas crianças deve-se a enfermidades congênitas e pode ser necessário o uso de prótese dentária parcial em vez de mantenedores de espaço. É importante consultar o dentista para determinar se esta é a opção correta.

Uso do mantenedor de espaço

Depois que o dentista ou ortodontista constrói e aplica o mantenedor de espaço, quer ele seja removível ou fixo, são necessários alguns dias para que a criança se acostume a usá-lo. O dentista deve dar aos pais e à criança instruções sobre como manter o aparelho limpo e em ordem, de forma que o tecido gengival permaneça saudável e livre da placa bacteriana. Para a manutenção de uma boa higiene, a criança deve ser ensinada a escovar os dentes e usar fio dental.

Se o mantenedor de espaço for fixo, é importante evitar a ingestão de alimentos açucarados, goma de mascar ou doces que possam prender-se ao aparelho ou fazer com que ele se solte. Além disso, o mantenedor de espaço não deve ser pressionado com a língua ou dedos para evitar sua deformação.

A criança deve ir ao dentista ou ortodontista regularmente para que este possa monitorar o progresso do tratamento e fazer a limpeza semestral dos dentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário